Notice: Undefined index: param1 in /home/mindstoc/public_html/www.sidneimiranda.com.br/index.php on line 2
Sidnei Miranda , Liderança na incerteza
Facebook  Twitter2 
YouTube Linkedin

Liderança na incerteza

Eu trabalho com treinamento. Para mim é normal ver o desenvolvimento de habilidades. Meu trabalho se resume em ajudar as pessoas a desenvolver seu próprio potencial.

Porém, no meu caso específico, muito do potencial que precisa ser desenvolvido em alguns de  meus treinandos procede de uma característica, intrínseca do ser humano, que quando não está desenvolvida é o que demanda o treinamento.

 

Trata-se do que comumente chamamos de “autoconfiança”. Esta, provavelmente uma das mais importantes na lista de características do líder, certamente é um elemento importante para todos os profissionais e um líder que não a possua não lidera ninguém, nem a sí mesmo.

Agora, imagine treinar um líder que já possua a autoconfiança. O que mais lhe falta?

 

Eu penso que este é o ponto mais importante aqui. Depois de confiar em si mesmo, aquele que lidera precisa ter a certeza de estar conduzindo as pessoas sob sua responsabilidade para o alvo dos planos estabelecidos. Menos do que isto é enganação.

Esta é a diferença entre o sucesso e o fracasso. A confiança pode estremesser diante da incerteza, por isso tem que estar apoiada em firmes fundamentos internos.

 

incertezas-no-projeto-sucesso

De todas as características que se busca aprender em treinamentos de liderança, uma das mais importantes certamente é saber navegar no mar da incerteza.

Existe busca maior e mais importante do que esta? Não existe. Principalmente quando se atravessa períodos descritos como crise.

 

Os manuais de liderança existentes possuem receita para resolver problemas de alta do dollar quando sua empresa depende da moeda baixa para obter maiores lucros? Podem resolver crises de caixa baixo quando os clientes desaparecem? Podem ajudar quando mudam regulamentações do setor de atuação da empresa que atingem negativamente seus resultados?

 

etapas-planejamento-financeiro

Alguém poderia argumentar afirmando que estes são desafios para a direção estratégica. Mas, então a direção estratégica não é considerada a mais alta liderança na empresa? E por acaso, não são estes exatamente o tipo de desafios que geram as maiores incertezas nas empresas? ou seja, a geração de caixa diante do limitações estruturais e conjuturais internas ou externas? Este é o verdadeiro desafio da liderança. Entenda-se aqui a liderança exercida com informação estratégica no exercício ativo com seu time.

 

Mais do que saber delegar, é explorar competências e potencial de descoberta em seus liderados, além de si mesmo e do mercado. Mais do que saber planejar, é conseguir enxergar pequenos fachos de luz nas frestas, descobrir oportunidades onde ninguém vê e transformar isso tudo em ação, junto e através da equipe. Mais do que administrar conflitos, é manter-se firme na tempestade, servindo como referência de curso a seguir e farol em meio à escuridão.

É no ponto de estrangulamento que se conhece os maiores gênios da liderança. Estes, cuja dureza da fibra não rompe ao impacto do imprevisível. Que mostram visão quando os demais estão cegos. Que conseguem decidir diante da paralisia geral. Que agem rápido ante o impasse, muitas vezes apenas apoiados em lapejos de intuição, fé e coragem para o próximo passo.

 

partesQuais os requisitos para este status de liderança?

Por acaso eles estão nos manuais? Creio que não. Tampouco nas escolas de gestão.

Estes são os recurso trazidos pela resiliência, que forja o líder pelas experiências, pesquisas e estudos, dando-lhe visão aguçada e vontade inquebrantável. É diante do problema e dos limites que muito se experimenta e cresce e isso leva tempo.

Liderar na incerteza não é para qualquer líder. Além da bagagem há que se ter coragem, equilíbrio para além da média, uma personalidade temperada e humilde, como aquele que estende a mão aos que tem falta dos mesmos recursos internos, porque bons líderes constroem novos líderes pelo exemplo.

 

Estes são aspectos difíceis de aprender e mais ainda de ensinar. Alguns deles apenas se pode indicar o caminho para sua aquisição ou descrever teoricamente.

 

Quando isto acontece, o líder é ultrapassado pelo herói; nasce o mito que transcende o tempo; cria-se a referência a ser perseguido como ideal.

Henry Ford, Jack Welch, Kiichiro Toyoda (Toyota), Tomas Edson, Marie Curie, Barão de Mauá, Steve Jobs, Abílio Diniz, Sam Walton, Walt Disney, entre outros, que foram visionários, incansáveis na busca de soluções e inovação, que ousaram criar sob áridas condições, que brilharam com poucos recursos e mínimas estratégias.

 

henry ford jack welch Kiichiro Toyoda tomas edison lamp Marie-Curie Visconde Mauá 2  STEVE JOBS  Abilio Diniz  SamWalton-1936  WALT DISNEY 

 

Qual foi o mais importante recurso utilizado por estes gênios?

Sua pedra de lançamento foi sua mente. Só alguém com mente forte consegue seguir em frente diante das incertezas.

 

Objetivos que se renovam na busca de soluções e descoberta de inovação pela pesquisa, trabalho incansável e energia com ação consistente em um alvo que se define ao caminhar.

O desenvolvimento do líder da incerteza se dá pela ação constante na busca de um grande alvo. Com muita coragem, firmeza e determinação. Um caráter forte vai sendo construído pouco a pouco e de modo definitivo.

Esta é a receita. Modelos existem, mas os manuais não conseguem abarcar isso como método para ser ensinado em sala de aula.

 

O melhor que este líder pode fazer para criar outros líderes como ele é inspirando pela ação. E aquele que melhor aprende é o que se torna discípulo. Será uma oportunidade única estar ao lado de um líder desse naipe e para isso, antes é preciso saber reconhecê-lo, o que é quase impossível para quem está embaixo, pela falta de visão. Grandes líderes fazem grandes discípulos que se tornam grandes líderes. Sócrates / Platão; Edson /Tesla; Freud / Jung, para citar alguns casos mais conhecidos.

Na falta desse líder, uma das formas de treinar será pela contação de histórias, pela revisitação dos casos. Para inspirar os que vem adiante. Lembrar os caminhos trilhados por desbravadores solitários como uma meta para servir de referência. Porque, de fato, o que precisa ser treinado é a vontade, essa sutileza do ser que é forjada pelo tempo com muita inspiração. Manter novos líderes inspirados pelos que vieram e deixaram sua marca na história deve ser um programa constante de aprendizado para quem quer se desenvolver nesta matéria.

Martin Luther King mandela madre tereza gandhi

Para treinar líderes que vão alcançar esta estatura será preciso tratar do ser ao longo do tempo. O foco é o comportamento observado pelas ações que descrevem o indivíduo. Para gerar sustentabilidade será necessário aprender a se apoiar em valores perenes e não em modismos passageniros. É preciso aprender a estar a frente de seu tempo, ser uma pessoa do futuro, um disseminador de ideias, um educador, um mestre da conduta exemplar. Precisa ser bom.

Novos e diferentes líderes visionários virão. Os antigos não vão se repetir; terão deixado um legado para as próximas gerações que se propuserem a fazer a diferença em um mundo que demanda novos heróis, novos gênios, novas referências, ainda melhores.

Por fim, continuaremos a liderar na incerteza.

 

Sidnei Miranda, abril de 2015.

Central de Atendimento

Segunda à Sábado - Das 8h às 18h

Telefone: (55 11) 2836-2080 | (55 11) 94027-7221

Email: contato@sidneimiranda.com.br