Notice: Undefined index: param1 in /home/mindstoc/public_html/www.sidneimiranda.com.br/index.php on line 2
Sidnei Miranda , Como melhorar sua vida melhorando sua autoestima
Facebook  Twitter2 
YouTube Linkedin

Como melhorar sua vida melhorando sua autoestima

Como melhorar sua vida melhorando sua autoestima.

A autoestima é um dos aspectos menos comentados na área profissional e de negócios e que pode fazer uma diferença da água para o vinho no desempenho dos profissionais em geral.

De acordo com Branden (2000), a autoestima pode ser definida como a confiança na eficácia da mente, na

 taxe-d-apprentissage-85

capacidade de pensar, aprender, fazer escolhas, tomar decisões apropriadas e lidar com mudanças.

Porém, não é tão fácil entender na prática como parece na definição. No dia a dia, as pessoas fazem alguma confusão do que vem a ser a característica que pode transformar uma pessoa apática ou temerosa em alguém focado no trabalho e firme nas decisões.

Cuidar de si mesmo pode ser algo bom, porém é também uma atitude confundida com autoestima. Muitas de nossas necessidades diárias podem fazer parte da lista de ações que precisamos tomar para os mínimos cuidados que devemos ter conosco, mas dos cuidados pessoais para a autoestima existe uma distância que separa as pessoas que se amam das que nem tanto e ambas podem cuidar bem de si mesmas.

 

 vida-autoestima

Outra confusão muito séria é a da pessoa que acredita que ter autoestima forte tem relação com o conhecimento do que a sociedade espera dela. Atender as expectativas sociais pode, na verdade ser um sinal de baixa autoestima, uma vez que, neste caso, a pessoa precisa de algo externo para sua auto afirmação diante dos outros. E o pior, precisa da aprovação de terceiros, caso contrário, não estará bem. Regras sociais precisam ser atendidas em função da cultura e da adequação social, mas não confundir com necessidade para uma autoestima saudável. Quem vive sob o domínio de rótulos sociais só fica bem onde esses rótulos são apreciados e valorizados.

A autoestima é um fator interno, portanto, nasce, e cresce de dentro. É um fator psicológico que se reflete no exterior e dessa forma é mais consistente do que quando fatores exteriores refletem positivamente no interior psicológico.

Você conheceu uma pessoa altamente vaidosa e acredita que ela tem um

 autoestima

autoestima elevada. Enganou-se. A vaidade, assim como o orgulho são considerados desvios de personalidade e levam a pessoa com esse perfil a errar em suas conclusões. Como afirma Dr. Celso Charuri, filósofo Brasileiro:

“O cego não vê e nem verá.
O orgulhoso vê, mas a cena apaga, apaga o visto.
O vaidoso vê, mas se sobrepõe à cena.
O sábio, somente o sábio,
Vê, sente, guarda e segue.
Não seria o reconhecimento, o prêmio da sabedoria?”

Superioridade excessiva é arrogância e não autoestima, aliás pode ser falta dela.

Uma característica que também pode ser altamente confundida com autoestima é a dependência. Quando alguém precisa de aprovação dos outros, de muito afeto, de carinho e amor em demasia isso demonstra um claro sinal de baixa na autoestima.

São diversos os sinais que demonstram essa carência. Existem pessoas que se apoiam nas opiniões positivas dos outros para tomar decisões na vida.

 auto-estima-galinho

E nem sempre essas decisões são as que mudam a vida para melhor, mas são aquelas, fruto da manipulação proveniente de elogios de terceiros. Tanto a crítica quanto o elogio devem ser analisados observando primeiro quem os faz.

Pessoas que demonstram personalidade fixa, que normalmente não mudam seu comportamento ao longo do tempo e ainda se gabam de serem sempre os mesmos, demonstram não ter abertura para seu próprio desenvolvimento. O universo está em evolução, porque um ser humano deveria se manter o mesmo ao longo de toda uma vida? Nós precisamos mudar, essa é uma forma de adquirir maturidade e se adaptar às mudanças que o mundo nos impõe. No ambiente profissional, mudanças é o que não falta e inovação é uma palavra de ordem principalmente para quem tem concorrentes e trabalha em meio à tecnologia, o que está em todas as áreas de trabalho atualmente.

autoestima3

Um bom primeiro passo para melhorar a nossa autoestima é começar a se aceitar como é. Esse é o ponto de partida para as mudanças que vão se apresentar necessárias. Uma vez que essa força deverá vir de dentro, temos que ter a consciência de que dependemos muito mais de nós do que da aprovação dos outros. Comece encontrando pontos que você gosta em você mesmo, ainda que sejam pequenas coisas. Foque nelas, coloque energia em suas qualidades verdadeiras e inicie um processo de cultivo e valorização de suas reais capacidades.

Não é sempre fácil identificar pessoas com baixa autoestima, mas alguns sinais são evidências que sinalizam a falta de reforço neste quesito. Uma pessoa que manifeste muito medo, dúvida, insegurança, vergonha, culpa, pode ser alguém com baixa autoestima. Os efeitos negativos são muitos, insatisfação geral é um deles. Estar com autoestima baixa pode causar muita frustração ao longo da vida, tornando o dia a dia dessas pessoas algo sem graça. Mágoas também são sinal de baixa autoestima e precisam ser depurados com perdão, caso contrário pode acidificar nossas relações. Manter a mente quieta e o coração tranquilo é uma busca permanente em uma sociedade que é normalmente vista pelos profissionais da psicologia, da mente e da filosofia como doentia.

 construir-autoestima-01 26-10-12

A sua autoestima será sadia quando você puder ser você mesmo na maioria dos ambientes que frequenta. Quando não se abalar com críticas de terceiros, quando não se envolver profundamente com os problemas sociais, quando sentir facilidade de fazer escolhas relevantes para sua vida e sentir que tem capacidade para apoiar-se em si mesmo a fim de construir seu futuro.

Buscar a consciência de seu próprio valor e lugar no mundo. Não há pessoas mais importantes do que outras, há funções diferentes desempenhadas por pessoas diferentes e que interagem para a construção e manutenção do mundo em que vivemos. Para fazer a diferença é preciso ser forte, afinal, viver é praticamente uma aventura porque não sabemos o dia de amanhã.

Como dizia Gilberto Gil em sua música: “Andar com fé eu vou, que a fé não costuma falhar”. Esse também é um aspecto que indica autoestima boa. Aliada com uma racionalidade equilibrada, vão tornar uma pessoa pronta para viver bem.

Amar-se e aceitar-se, essas são as regras máximas da autoestima. Buscar o

 curriculo-cargo-executivo.jpg

autoconhecimento faz parte do caminho que todo ser humano deve seguir rumo ao crescimento interior. Saber como você funciona, clarear seus valores, estabelecer seus limites para as relações interpessoais são recursos para a manutenção da sua autoestima.

Aprender a se posicionar frente as questões que envolvem sua pessoa é um requisito para o profissional, principalmente para o candidato a líder.

 maes-executivas

Ter ponto de vista próprio pode ser bom quando as pessoas sabem qual é o seu pois faz com que você apareça e se destaque, portanto comece a se manifestar e exponha sua visão sobre o mundo. Informe-se, e tenha assunto para seus relacionamentos. Procure sua modéstia para se expressar sem ferir ninguém, assim você poderá falar sobre tudo demonstrando visão e firmeza.

Respeite os outros e demonstre o quanto você também reconhece seu próprio valor.

Lembrando que um processo de coaching também poderá ajudar no desenvolvimento de sua autoestima. Se quiser, conte comigo para isso também.

Sucesso sempre.

Sidnei Miranda

Central de Atendimento

Segunda à Sábado - Das 8h às 18h

Telefone: (55 11) 2836-2080 | (55 11) 94027-7221

Email: contato@sidneimiranda.com.br