Notice: Undefined index: param1 in /home/mindstoc/public_html/www.sidneimiranda.com.br/index.php on line 2
Sidnei Miranda , Noticiário, um mal necessário?
Facebook  Twitter2 
YouTube Linkedin

Noticiário, um mal necessário?

Em nossa sociedade do Século XXI, ano 2013 quando eu escrevo este texto, existe uma grande preocupação em relação à vários temas que são em sua maioria dramáticos. Cito os temas relacionados à corrupção do gênero humano, à violência, à desigualdade social, à educação, à saúde, à pobreza, à poluição e ao trânsito.

Não vemos com muita frequência, comentários sobre o que se faz de bom acerca dos mesmos temas. É que a nossa cultura está fincada na crença de que é necessário expor as mazelas a fim de se buscar a solução para as mesmas. Porque será que o que se faz de bom não é notícia?

Eu sou professor e por isso vivo diante de alunos adultos. Com frequência digo para eles que eu não assisto à televisão. Eles ficam chocados e sempre me fazem as mesmas perguntas: Mas, como é que você fica informado? Então você está alienado do mundo e não sabe do que está acontecendo?  É aí que eu lhes pergunto: O que vocês veem para ficar informado? Eles me respondem que assistem noticiários. Eu pergunto sobre quais foram as últimas notícias que viram e que lhes deixaram informados e então eles começam a me descrever uma sequência infindável de crimes ocorridos na última semana. Depois passam para os acidentes, depois os assaltos, as falcatruas políticas, etc.

Para resumir, todos os dias é possível ver novos acidentes de trânsito e assassinatos na televisão entre outras barbaridades. Minhas perguntas ao final desse diálogo são:

1ª O que isso causa em você?

seja-mais-um-burro-assistindo-tv

Normalmente eles ficam parados me olhando por alguns minutos antes de responder a essa pergunta, ou fazem de conta que não ouviram.

Eu pergunto sobre o impacto emocional e psicológico que uma dose diária e frequente de cenas de crimes, acidentes e demais barbaridades do gênero humano poderá causar ao longo do tempo na mente deles. Normalmente eles acabam respondendo que é importante se informar e se não assistirem ao noticiário, como é que vão saber do que está acontecendo!

2ª Mas é esse tipo de informação que significa estar informado?

Qual é o problema dos líderes da comunicação de massa no mundo? Eles são estudiosos da mente humana, da psicologia humana, eles sabem qual é o efeito dessa droga sobre nosso cérebro. Então porque passam isso o dia inteiro em seus noticiários? É por isso mesmo, eles querem esses efeitos dramáticos e traumáticos sobre nós. O que eles querem não é informar você, eles querem que você apenas esteja diante da televisão assistindo ao noticiário deles, querem você como um número, não importa o que você vai consumir. Eles sabem que o povo, a massa que consome esse tipo de informação não tem opinião formada sobre nada e só serve para aumentar seu ibope. Mas é importante saber o que está acontecendo no mundo, você quer fugir da realidade?

3ª O que você está fazendo pra mudar a realidade?

Minha primeira ação pessoal é não assistir esse tipo de lixo televisivo. Assim eu não passo pra frente os traumas que minha mente estaria recebendo. Você acha mesmo que esse tipo de informação vai fazer de você uma pessoa melhor? Não vai não. Isso vai te encher de medo e desconfiança. É o medo que se usa para deixar as pessoas submissas. Você não vai conseguir mudar nada, nem em sua vida, nem à sua volta enquanto continuar dando ouvidos e olhos para esse lixo. E não é de desconfiança que se vive, é de verdades. Saber como o ser humano se comporta a gente só precisa aprender uma vez e pronto, o trauma está instalado, não é necessário uma dose diária de barbárie. Quem precisa disso todos os dias é porque ainda acredita que o ser humano é bonzinho. Mas essa não é a realidade, nem nos contos de fadas isso é uma realidade. As historinhas que os pais contam para os filhos antes de dormir estão cheias da famosa luta entre o bem e o mal. O que falta para as pessoas é saber fazer essa diferença ao longo da vida ao se relacionar com seu próximo.

Viva de acordo com o que você reconhece ser certo, os noticiários não vão te mostrar isso. Aquilo é hipócrita. Viva o bem evite o mal, pratique a bondade, ajude quem está precisando, estenda ao mão ao necessitado. Desvie dos maldosos, chantagistas, fúteis, hipócritas, mentirosos, ladrões, vagabundos, imorais, falsos, interesseiros e covardes. Só isso já vai lhe dar uma grande vantagem sobre uma grande massa de iludidos.

O noticiário não mostra a beleza da vida, não mostra a harmonia das formas e do equilíbrio do universo.

Criancas-lendo

No momento que eu escrevo esse texto em um feriado, dois de meus filhos menores estão deitados no sofá da sala, fazendo o que? Lendo. A televisão está desligada. Foi isso o que eu implantei na minha casa, meus filhos sabem que a televisão tem um monte de lixo e que é necessário escolher muito bem o que se assiste. Eu ensinei para eles que a televisão existe pra nos servir naquilo o que precisamos e não para nos tornarmos escravos de sua programação decadente.

Mas eu leio notícia sim, aquela que me interessa, que eu preciso, que faz diferença na minha vida, não o mais do mesmo. Eu leio muito e estudo muito. Estou trabalhando para a construção de um mundo bem melhor. Então eu só procuro coisas boas para me alimentar. O mundo está muito mal, eu sei, e não quero ser mais um a piorar esse estado de coisas, minha missão de vida é fazer parte do grupo que está construindo um novo mundo.

Vivemos em uma época de grandes mudanças. Quem fica parado por mais de duas horas por dia na frente de uma televisão é mero expectador, e o pior, massa da manobra dos grandes e poderosos desse mundo, que contam mentiras e desfilam esquemas de rato a fim de manter a fila dos seus consumidores aumentando.

Quer melhorar sua vida, comece mudando o conteúdo que você consome na televisão e na internet. Estabeleça propósitos grandiosos. Mude suas rotinas para outras mais saudáveis. Você vai perceber que até suas amizades vão mudar. Você vai atrair pessoas mais interessantes. Lembre-se que nós andamos com quem temos afinidades naturais.

Pense no mundo lá fora. Você só consegue se lembrar da violência que existe na cidade? Das guerras do oriente, do engodo dos políticos, da poluição e dificuldade de se relacionar com seu vizinho? Pois é, sinto muito. Mas, essa não é toda a realidade. Não é a realidade possível para esse mundo. Essa é a realidade que o noticiário mostrou pra você.

Me diga: O que é que te impede de dizer um bom dia para o seu vizinho, de levar um bolo para ele no final de semana, de sorrir, de agradecer, de olhar para céu, de falar com Deus em seu íntimo? O que é que te impede de olhar para o lado bom da vida, de perceber que você é um ser que não só está no mundo, mas que se move com o mundo?

Você pode fazer diferença sim. Mais do que já faz, se é que faz alguma.

Mas, eu estou me referindo a uma diferença positiva. Uma diferença que edifica, que constrói. Aquela diferença que só faz quem sai do lugar comum, da zona de conforto. Uma diferença que só pode ser feita ao subverter a ordem estabelecida, ao quebrar paradigmas.

É quando você acredita que pode mais que o mundo começa a se abrir para você. E as possibilidades se apresentam. Então você sai desse mundo viciado no mal e aparece na cena do bem. Você surge para o mundo de todas as possibilidades quando começa a acreditar no ser humano como alguém que foi feito para fazer uma diferença positiva no mundo e não para ficar sentado vendo noticiário, argh.

Esse texto não caminhou por onde eu previ desde o seu início, mas eu penso que nada acontece por acaso. Se você chegou até aqui é porque estava pronto para isso.

 

planejamento1

Estude, descubra mais da vida. Descubra sobre aquilo o que nunca te contaram. Existem verdades por baixo de tudo o que é aparente, desconfie do que está na superfície e aprenda a ir fundo. Assim você poderá se destacar da massa de expectadores. Não é fácil, dá trabalho, mas vale a pena.Estabeleça seus planos poderosos e trace suas metas para uma vida melhor, grandiosa, longe da hipocrisia e da maldade. Olhe para a luz e não para a escuridão, seja a luz. Brilhe em um mundo que não sabe para onde está indo e torne-se luz para o caminho dos outros.

Isso fará sua vida mais compensadora e feliz.

Sidnei Miranda

Central de Atendimento

Segunda à Sábado - Das 8h às 18h

Telefone: (55 11) 2836-2080 | (55 11) 94027-7221

Email: contato@sidneimiranda.com.br