Notice: Undefined index: param1 in /home/mindstoc/public_html/www.sidneimiranda.com.br/index.php on line 2
Sidnei Miranda , Série Cuidados com seu cérebro II - Hidratação
Facebook  Twitter2 
YouTube Linkedin

Série Cuidados com seu cérebro II - Hidratação

Por que é tão importante a hidratação?

Acontece que quase toda a água de nosso corpo está situada dentro das células e isso é o que proporciona a realização das funções de nosso metabolismo. A modificação nos níveis de água da célula pode causar doenças. Mas não é só dentro da célula que tem água, ela também está em mais dois compartimentos, o intersticial e o plasma, ambos fora da célula, entre os tecidos.

O mais importante com relação à água no metabolismo é que haja um balaço ou distribuição entre os compartimentos que estão fora e dentro da célula. Para que isso ocorra vários fatores estão relacionados: temperatura, funcionamento dos rins, a presença em níveis adequados de eletrólitos e outras condições necessárias em patologias como diarreias e expectoração.

hidrate-se-1-263

Para ter uma ideia da importância do volume de água do corpo, apenas 20% de perda desse líquido pode ser fatal. Com relação à nutrição que a água proporciona para nosso organismo, quando não conseguimos ingerir alimento sólido via oral, por exemplo, quando estamos no hospital, podemos receber todos os nutrientes de que necessitamos através da água por via venosa.

Por que sentimos sede?

agua 1

Como disse anteriormente, a célula tem funções metabólicas que são realizadas graças à existência da água dentro e fora dela. O que chamamos de “Osmose” é o jogo de pressão que faz com que exista uma diferença de concentração entre o líquido interno e o externo. Nesse entra e sai de água são transportadas diversas substâncias nutrientes como sais, proteínas, hormônios, gorduras e açúcares. Graças a esse movimento a água também transporta para fora do organismo o lixo que não serve mais, como ureia, o resto das proteínas depois que foram aproveitadas dentro das células, etc.

5% de perda de líquidos já são o bastante para sentirmos sede. A regulação da temperatura faz com que uma pessoa perca cerca de 800 milímetros de água pela transpiração. Quando estamos suados esse líquido evapora e rouba calor do corpo, por isso estamos sempre em processo de secagem.img agua14 Além do suor, também expelimos de 1,5 a 3 litros pela urina, mais ½ litro vai pela evaporação da respiração e ainda 200 mililitros estão somadas nas fezes.

É por isso que somos aconselhados a beber entre 2 a 3 litros de água por dia, seja pura ou por qualquer outro líquido. Caso não seja feita a reposição o que acontece é a desidratação, que em caso extremo pode ser fatal, isso representa 20% de perda de água. Sem água os nutrientes ou qualquer outra substância param de circular para dentro ou para fora das células. Antes de o corpo travar totalmente, o cérebro é que entra em pane buscando reconhecer o equilíbrio da água para não virar uma uva passa.

beber-agua-2

Excesso de sede pode acontecer quando a gente come uma feijoada por exemplo. O aumento do sal dentro da célula expulsa a água. Já quando fazemos muita ginástica, perdemos muita água por causa do suor em excesso. Nas duas situações o resultado é a sede.

São os neurônios do cérebro os responsáveis por nos trazer a consciência da necessidade de água no organismo, esse é o sinal da sensação de sede na boca. Após ingerir um novo copo de água, ela desce em 1 segundo esôfago abaixo, passa pelo estômago e intestino entre 3 a 45 minutos dependendo do trânsito ou não dos alimentos e apenas na porção final do aparelho digestivo é que o líquido será absorvido. É nesse ponto que o hipotálamo interrompe as mensagens de sede. O equilíbrio foi restabelecido.

Os nossos rins também possuem uma função vital no processo de filtragem de líquidos. Ele chega a filtrar 180 litros de sangue por dia, 99% desse líquido é absorvido. 

 hidratação

Qual é a importância da água para o bom funcionamento do cérebro?

Seu cérebro é constituído de mais de 80% de água. A água é um excelente condutor elétrico e cumpre a função de facilitar a condução de informações entre os neurônios. Os nutrientes eletrolíticos existentes no líquido intercelular é o que possibilita essa operação vital.

Quando existe uma queda de 5% no volume de água no corpo, seu cérebro perde em torno de 30% de seu desempenho. O recomendável é não esperar que a sede chegue, mas adotar o hábito de se manter hidratado. Começar o dia com um copão de água ativa o cérebro e consequentemente todo seu organismo.

Os idosos tem uma tendência na redução da percepção da sede fazendo com que tomem pouquíssima água e consequentemente produza uma elevada gama de complicações na saúde.

Seu cérebro requer mais água do que qualquer outra parte do corpo. Recebe 20% de todo o sangue que circula pelo corpo. A estimativa é que as células cerebrais contenham 85% de água. As necessidades de energia são obtidas do açúcar do sangue (glicose) e também da geração de energia “hidroelétrica” gerada pela osmose celular.

Os neurotransmissores são totalmente dependentes da água. Quando o corpo está desidratado, a transmissão nervosa fica comprometida e a função cerebral diminuída.

CONSEQÜENCIAS DA DESIDRATAÇÃO

Os nutrientes passam através da parede celular para nutrir a célula e a água assume papel vital neste processo. As pessoas desidratadas são mal nutridas mesmo comendo alimentos de qualidade. A pessoa desidratada sente-se sem energia devido à falta de água dentro das células, pois altera o fluxo osmótico normal de água através da membrana celular.

 Hidratar

O fluxo de água dentro da célula estimula a hidrólise. A hidrólise é o processo de quebra da molécula de água (H2O) em hidrogênio e oxigênio, quando isto ocorre gera energia “hidroelétrica”. Esta energia é estocada na forma de moléculas de ATP (adenosina trifosfato), que é uma fonte importante de energia celular. O cérebro utiliza e extrai muita energia da água.

A água pura que bebemos mantém o volume da célula equilibrado. O sal de cozinha (cloreto de sódio) ingerido com os alimentos mantém o volume da água em equilíbrio fora das células e na circulação. Isto gera a pressão osmótica correta para alimentar as células e produzir energia. Durante a desidratação o mecanismo básico começa a falhar e leva a dano celular potencialmente perigoso. O corpo desidratado torna-se um grande produtor de radicais livres e a efetiva hidratação os remove mais rápido que qualquer outra terapia. Quando o corpo está desidratado os radicais livres não são eliminados porque o corpo não pode funcionar de modo eficaz.

A desidratação é fator importante na produção e manutenção do estresse corporal, o que altera o equilíbrio de aminoácidos, induzindo ao erro na transcrição do DNA durante a divisão celular. Durante a divisão celular a produção de DNA alterado provoca problemas de mutação cromossômica e como consequência pode levar a muitas doenças.

E a ressaca?

O álcool desidrata o corpo. Quando alguém vai a uma festa e bebe álcool geralmente tem dores de cabeça na manhã seguinte, efeito colateral da desidratação. Muitas dores de cabeça e enxaqueca melhoram com a hidratação.

Beber água alcalinizada é melhor?

Nossos corpos devem ter um valor de pH do sangue de 7,36-7,44.

Devido aos nossos estilos de vida modernos e consumo de carnes, café, leite e açúcares processados, estes criam acidez no corpo. Mesmo a água que bebemos pode ser ácida dificultando o trabalho do corpo para manter o seu pH natural.

Os sintomas típicos de sangue ácido podem incluir: baixa energia, excesso de peso, má digestão, dores... Alguns especialistas vão ainda mais longe afirmando que um corpo alcalino não permite doenças degenerativas, incluindo as células cancerígenas, as quais se formam prontamente em um corpo ácido.

Ao combinarmos uma mudança na dieta e na água potável para um valor de pH, semelhante ao valor ideal para o sangue, pode conduzir a uma melhor saúde

O que é pH?

O pH é um método para medir o valor da acidez / alcalinidade de uma dada substância. 

Abaixo uma gama de substâncias, com seus valores de pH, sendo o pH 7 neutro.

escala de ph   escala de ph2 1

E os Isotônicos?

As bebidas isotônicas são soluções cuja concentração de moléculas (osmolalidade) é semelhante aos fluidos do nosso corpo (280-340 mosmol/Kg) e, portanto, podem ser incorporados e transferidos para a corrente sanguínea através do processo osmótico.
São usadas principalmente para repor água e sais minerais perdidos pela transpiração ou outras formas de excreção, pois não interferem no equilíbrio hidroeletrolítico do corpo. São bebidas isotônicas o soro caseiro, água de coco, e outros isotônicos industrializados como Gatorade, SportDrink, Marathon, SportFluid, SportAde,etc.

 d0d45fontegoogle93

Essas bebidas são indicadas, muitas vezes por médicos para o caso de uso em atividades físicas intensas.

O uso de isotônicos em casos de desidratação depende de recomendação médica. Entretanto é comum a sua utilização como auxiliar no tratamento de algumas desidratações em crianças, por não provocarem diarréia nem possuírem substâncias capazes de inibir ou diminuir o poder de absorção intestinal, e o seu uso para repor líquidos e sais perdidos pela prática de esportes.
A prática esportiva provoca a queima de calorias e a perda de água e sais minerais por meio da transpiração e do aumento da respiração cutânea. Por isso a reposição de nutrientes é, além de saudável, fundamental para o bom funcionamento do corpo.

 124819240-620x360

Bebidas como refrigerantes oferecem uma absorção mais lenta e com a concentração de gás carbônico leva a distensão das paredes do estômago (mal estar). Por isso, a bebida isotônica é uma das mais indicadas para repor com a necessária rapidez, os líquidos, sais e energias perdidos com o esforço físico.

O consumo de bebida isotônica contendo de 6% a 8% de carboidrato é o mais indicado, principalmente se este for maltodextrina ou frutose, pois mantém uma absorção lenta de glicose, prevenindo que o movimento cesse e o atleta apresente hipoglicemia.

Importância de se hidratar isotonicos 

Após o treino e competição, a reidratação é fundamental para aumentar a excreção de substâncias tóxicas.

Especialistas orientam que os isotônicos só precisam ser consumidos quando ocorre uma perda de mais de 2% do peso do indivíduo através da transpiração devido a uma grande quantidade de sódio e outros sais que são eliminados e sugere de uma maneira bem prática comparar o peso do indivíduo no início e no final do exercício e descobrir quanto foi perdido de acordo com a equação:

PESO PERDIDO x 100 / PESO CORPORAL

Caso o maior que 2 deve-se ingerir um isotônico. Se o resultado for menor ou igual a 2, a ingestão de água é suficiente. O resultado da equação indica também a quantidade em litros, de líquidos que o indivíduo deve ingerir para recuperar-se.

A reposição recomendada de líquidos e sais será ainda mais discutida neste trabalho. 
Os isotônicos também são eficazes, pelas suas propriedades hidratantes, para curar a "ressaca" causada pelo consumo excessivo de álcool.

Observação: Os isotônicos são mais facilmente absorvidos em temperatura em torno de 4°C, para facilitar o esvaziamento gástrico.

 

Curiosidades humanas:

37% dos seres humanos confundem a sede com fome.

Uma redução de apenas 2% de água no corpo pode causar perda momentânea de memória, dificuldades em fazer contas matemáticas básicas e problemas de focar a visão sobre uma tela de computador ou sobre uma página impressa.

Um copo de água aliviará a fome à meia noite em quase 100% dos casos sob dieta redutora, segundo um estudo realizado na Universidade de Washington.

Tomar água suficiente todos os dias pode ajudar a curar: acidez estomacal, artrites, dores lombares, angina, enxaqueca, colites, asma, pressão alta, diabetes tipo ll, colesterol do sangue.

Outras curas

A depressão, a perda de libido, a fadiga crônica, o lupus, a esclerose múltipla, a distrofia muscular. Todas estas condições podem ser causadas por desidratação prolongada. Se esta for a causa provável, os sintomas se aliviarão, uma vez que o corpo tenha sido hidratado regularmente. 
Nestas condições, o exercício muscular deve ser parte do programa de tratamento. 

Agora a pergunta é:

Você está tomando a devida quantidade de água diariamente?

Bibliografias:

Consultado em 19/04/2013:

http://www.bodytalklondrina.com.br/docs/179.pdf

http://www.bhservico.com.br/agua.htm

http://intra.vila.com.br/revista2003/bianca_e_marina/bebidas%20iso.htm

http://www.plantamed.com.br/DIV/Por-que-beber-agua-alcalinizada.htm

http://www.vidaesaude.org/nutricao-saude/controlar-o-ph-do-corpo-significa-ter-saude-e-ficar-livre-de-doencas.html

Central de Atendimento

Segunda à Sábado - Das 8h às 18h

Telefone: (55 11) 2836-2080 | (55 11) 94027-7221

Email: contato@sidneimiranda.com.br