Notice: Undefined index: param1 in /home/mindstoc/public_html/www.sidneimiranda.com.br/index.php on line 2
Sidnei Miranda , Sofistas e a verdade na Oratória
Facebook  Twitter2 
YouTube Linkedin

Sofistas e a verdade na Oratória

De grande presunção e vaidade, propunham-se alimentar as rodas de perguntas com respostas para tudo.

Sócrates, o filósofo que buscava a verdade se opôs a essa causa de forma autêntica e com sobras de argumentos que os fizeram recuar com vergonha de seus artifícios.

Atualmente há os que afirmam ser correto usar os recursos da sofística para conquistar qualquer embate, seja ele no ambiente político, seja no profissional ou no jornalístico. Uma de suas teorias é a do contra-argumento afirmando que qualquer argumento pode ser combatido por outro argumento. Os Sofistas foram considerados os primeiros advogados, os primeiros que cobravam para defender causas alheias. Um exemplo de Sofista do passado foi Gorgias de Leontini, que declarou total indiferença para o moralismo, ele ensinava aos seus alunos unicamente a arte de vencer os adversários, fosse a causa em questão justa ou não. Conforme suas doutrinas, uma sociedade sem moral viveria baseada apenas nas forças brutas e instintivas que regem os homens fazendo então com que os mais fortes dominassem os mais fracos em seu proveito.

Salvator Rosa - Démocrite et Protagoras

Ser um sofista é usar de argumentos quantos bastem a fim de vencer seu oponente, não servindo para tanto, regras de moral ou princípios divinos. Vale sim o instinto, as paixões, a força.

Veja se isso pode ser uma regra para a boa convivência em nossos dias. A partir da sofística, temos a evolução da Democracia, onde observamos e respeitamos a opinião de cada um, valendo para todos os casos a opinião do que se mostrar mais fortemente argumentativo.

Talvez estejamos vivendo em uma época onde os discursos sejam todos baseados não na busca total do bem comum, mas em boa parte na busca do bem que me faça bem, antes de considerar o que será o bem alheio.

Os discursos públicos guardam em seu mais interior roteiro e estrutura uma proposição que não altera em nada essa forma de comunicar que os sofistas se utilizavam no passado.

Vemos atualmente, nas campanhas políticas, profissionais da palavra utilizando recursos de sofistica a fim tão somente de angariar votos para seus objetivos mais mesquinhos. Sabemos que muitas das propostas que são colocadas não resolvem em nada a maior parte dos graves problemas que se apresentam à população, sofrida e desgastada pelo uso indiscriminado do dinheiro da máquina pública, fato que constantemente vemos nos noticiários.

O Sofisma pode ser comparado com a mentira. E nada disso ajuda no desenvolvimento da cultura humana. Vivemos um tempo de grande necessidade de homens que carregam em sí a chama de uma humanidade que se escreve com “H” maiúsculo. O homem de princípios, de moral elevada, de valores firmes que congregue as pessoas em torno das causas nobres e que arraste as multidões em torno dos grandes objetivos de crescimento e real desenvolvimento da nossa raça.

Onde estão eles? Onde podemos ouvir seus discursos? Onde encontrar o eco daqueles que já se foram nos dias atuais?

Quem vai se levantar contra o estado de coisas baixas que se apresenta por trás dos discursos mal disfarçados de recursos sofísticos fáceis de detectar?

Eu digo não ao sofisma e proponho uma busca ao honesto, ao verdadeiro, ao íntegro.

Que os melhores valores da humanidade sejam resgatados e que possamos encontrar grandes homens para nossa humanidade ser aquecida e poder se apaixonar mais uma vez nas causas que constroem uma vida digna.

Em frente Homens de bem, onde quer que estejam, e mostremos o real discurso da dignidade Humana que busca sua evolução.

Central de Atendimento

Segunda à Sábado - Das 8h às 18h

Telefone: (55 11) 2836-2080 | (55 11) 94027-7221

Email: contato@sidneimiranda.com.br